slideslideslideslide

Projeto Equoterapia

 

 Em 2020, apesar de todas as dificuldades causadas pela Covid-19, conseguimos implantar nosso Projeto de Equoterapia.

 Em março de 2020, o Instituto Erling Lorentzen- iESl concorreu e venceu um edital da 2ª Vara da Comarca de Domingos Martins/ES, conseguindo verba para contratação da nossa fisioterapeuta Dr. Edilaine Mazoline Lamborghini.

 No começo da pandemia em maio de 2020, inicíamos o trabalho de desensibilização dos nossos cavalos - já bastante adiantado por conta do que fazíamos antes para o turismo para uso específico na Equoterapia.

 Em agosto de 2020 inicíamos os trabalhos com uma capacitação interna com  todos os envolvidos no projeto.

 Foram selecionados inicialmente 25 usuários com diagnósticos variados da APAE de Venda Nova do Imigrante/ES, nossos parceiros para implementação do projeto, que funciona às segundas e terças-feiras.

 A Equoterapia é um método terapêutico e educacional, que utiliza os recursos do cavalo dentro de uma abordagem multi e interdisciplinar, visando o desenvolvimento biopsicossocial do indivíduo, e  vem crescendo bastante em nosso País, principalmente após a aprovação da lei nº 13.830 de 13 de Maio de 2019, porém, nós temos um diferencial: Somos o único lugar no País com animais da raça Fjord, eleitos pela FEI (Federação Equestre Internacional) como o mais indicado para terapia com equinos. 

Com o projeto, busca-se o desenvolvimento global do ser humano através dos benefícios da Equoterapia, visando explorar o que há de afirmativo em cada praticante, promovendo, principalmente, uma melhor qualidade de vida, e melhor interação social, aumentando o nível de independência de cada indivíduo. O cavalo é o único animal que possui o movimento tridimensional que se assemelha a marcha humana. O movimento que ele transmite ao praticante é muito parecido como se ele estivesse andando. Um praticante que não anda, ao andar a cavalo, estimula o deslocamento do corpo, equilíbrio, coordenação, melhora no esquema corporal, facilidade na postura do tronco ereto e tônus muscular entre outros.

Montado o praticante experimenta sensações de liberdade, independência e autonomia, tornando - se mais confiante na relação com o cavalo, montado ou não, pode ser trabalhada a ansiedade, controle de emoções, superação de medos e desafios, desenvolvimento da afetividade, socialização e concentração.

Nas vivencias  com os cavalos, nota-se que os benefícios  estendem-se para fora do picadeiro, sendo observados ganhos na área educacional, no âmbito familiar e social.

 O contato com o cavalo também diminui a agressividade, tornando o praticante mais sociável, trabalhando padrões de comportamento como lidar com regras e limites.

Sessões de Equoterapia também promovem ganhos relacionados a fala, linguagem, processos de memoria, percepção visual e auditiva, comunicação, organização espaço- temporal, raciocínio lógico entre outros aspectos.

 

Confira abaixo alguns depoimentos:

 Jéssica, mãe do B. 04 anos; diagnóstico clínico: Mielomeningocele.
"Meu filho mudou muito e para melhor, já está conseguindo inclusive dar passos com apoio".

Patrícia mãe da I. 09 anos; diagnóstico clínico: Autismo.
"Ela está muito melhor, não tem mais crises desde o início dos atendimentos e está intergindo muito melhor".

Valdir, pai da F. 23 anos; diagnóstico clínico; Paralisia cerebral.
"A postura dela agora é outra, está mais certa, antes não era assim".

 

Para aumentar os atendimentos que são totalmente gratuítos, estamos procurando novos parceiros, apoiadores e patrocinadores para o projeto.

 


CONHEÇA NOSSOS OUTROS PROJETOS

Acreditamos que a cooperação gera valor para a comunidade!

 

 

Tecnologia do Google TradutorTradutor